Controle de Origem


Para garantir produtos confiáveis e de qualidade superior aos clientes e consumidores, a Marfrig adota critérios sociais e ambientais na compra da matéria-prima. Primeira empresa do setor a adotar o geomonitoramento, via satélite, das fazendas produtoras, e a única, no Brasil, que desde 2014 possui 100% de mapas georreferenciados de seus fornecedores no Bioma Amazônia. Esse acompanhamento vem sendo expandido para o Bioma Cerrado. Desde 2019, a companhia está inserindo, no sistema, os mapas das fazendas localizadas nessas áreas, o que contribuirá para o combate ao desmatamento também nessas regiões.  

Dessa forma, a Marfrig tem como compromissos, nas práticas de compra:

  • Desmatamento zero no Bioma Amazônia. Relações comerciais são mantidas apenas com fornecedores sem problemas de desmatamento, fora de áreas de unidades de conservação ou terras indígenas.
  • Respeito aos direitos humanos, repudiando o uso de mão de obra análoga à escrava e infantil na cadeia de fornecimento. O critério de não comprar animais de fornecedores que não observam esse princípio é adotado desde 2005. 

Em linha com os esforços de combater a prática de desmatamento, contribuindo para a conservação dos biomas, a Marfrig está atenta a outras cadeias de suprimento, como a da soja.  A Marfrig apoia a moratória da soja, inciativa que tem alcançado efeitos significativos no controle do desmatamento. Também busca identificar e quantificar os produtores que utilizam o farelo de soja na alimentação dos animais. Esse monitoramento está sendo ampliado, e será reportado no ciclo de 2020 do CDP Florestas.