Marfrig assina compromisso empresarial com o desenvolvimento sustentável


  • Iniciativa reúne 38 grandes companhias dos setores industrial, agrícola e de serviços
  • Marfrig é a única representante da indústria brasileira da carne


São Paulo, 7 de julho de 2020 - A Marfrig, maior produtora global de hambúrgueres e segunda maior companhia de carne bovina do mundo, é uma das signatárias de um compromisso público lançado hoje por empresas dos setores industrial, agrícola e de serviços. A iniciativa foi articulada pelo Centro Empresarial Brasileiro de Desenvolvimento Sustentável, o CEBDS, que também assina o comunicado, protocolado ontem no Palácio do Planalto, em Brasília.

No documento intitulado Comunicado do Setor Empresarial, 38 presidentes de grandes companhias se colocam à disposição do Conselho da Amazônia -- órgão do governo federal com poderes para propor e acompanhar políticas públicas regionais -- para contribuir com soluções que tenham foco nos seguintes eixos:

  • Combate ao desmatamento ilegal na Amazônia e nos demais biomas brasileiros
  • Inclusão econômico-social de comunidades locais, a fim de garantir a preservação das florestas
  • Redução do impacto ambiental no uso dos recursos naturais, buscando eficiência e produtividade nas atividades econômicas derivadas desse uso
  • Valorização e preservação da biodiversidade como parte da estratégia empresarial
  • Adoção de mecanismos de negociação de créditos de carbono
  • Financiamento e investimentos para o desenvolvimento de uma economia circular e de baixo carbono
  • Incentivos à recuperação econômica pós-pandemia de covid-19, condicionados à economia circular e de baixo carbono

"O cenário atual, com seus desafios, é uma oportunidade única para dar escala e visibilidade às boas práticas empresariais", diz Marcos Molina, fundador e presidente do Conselho da Marfrig, que assina o documento em nome da empresa. "É preciso mostrar que o Brasil e suas companhias têm todas as condições de abraçar uma economia sustentável, que gere desenvolvimento sem colocar em risco nosso enorme patrimônio ambiental."

A Marfrig é a única empresa do setor de proteína animal a assinar o compromisso público. Entre as práticas da Marfrig estão o veto à compra de gado proveniente de áreas de desmatamento ilegal, reservas indígenas, áreas de proteção ambiental ou de fornecedores que utilizem trabalho análogo à escravidão. Investimentos constantes em monitoramento suportam a política ambiental da companhia. "Estamos empenhados em garantir uma produção sustentável de fato", diz Molina. "Temos convicção que nossa perenidade depende disso."

As empresas signatárias do documentos são: Agropalma, Alcoa, Amaggi, Bayer, Brasilagro, Cargill, Cosan, DSM, Ecolab, Eletrobras, ERM, Grupo Vamos, Iguá, Itaú, Jacto, JSL, Klabin, LVMH, Marfrig, Mauá Capital, Michelin, Microsoft, Movida, Natura, Rabobank, Santander, Schneider Electric, Shell, Siemens, Stawi, Suzano, Ticket Log, Tozzini Freire, Vale, Vedacit e Wework. No grupo das instituições que assinaram o compromisso estão o CEBDS, a Associação Brasileira do Agronegócio (Abag), a Associação Brasileira das Indústrias de Óleos Vegetais (Abiove) e a Indústria Brasileira das Árvores (Ibá).



Voltar