Menu Interno

História


  • A Marfrig inicia suas atividades com cortes de carnes especiais para grandes redes de restaurantes no Brasil.

  • A companhia inaugura seu próprio centro de distribuições, na cidade de Santo André (SP).

  • Com foco no crescimento, a Marfrig passa a operar uma unidade de processamento de carne bovina em Bataguassu (MS) e, nos anos seguintes, outras em Promissão (SP) e Paranatinga (MT), todas adquiridas posteriormente. No mesmo período, também adquire a unidade de Tangará da Serra (MT) e inicia as atividades de exportação por meio da marca GJ, hoje reconhecida internacionalmente pela qualidade dos serviços prestados.

  • A companhia mantém movimento de expansão com a aquisição de unidades de processamento de carne bovina em Mineiros (GO), Chupinguaia (RO), São Gabriel (RS) e Porto Murtinho (RS), além de outra unidade em Promissão (SP). Também passa a operar em outros países da América Latina por meio de aquisições da Breeders and Packers na Argentina, do Frigorífico Tacuarembó S.A. e da Inaler S.A. no Uruguai e de 50% da Quinto Cuarto S.A. no Chile.

  • No Brasil, a Marfrig adquire as marcas Kilo Certo e Pampeano, passa a integrar o Novo Mercado da BM&FBOVESPA e inicia as operações de processamento e industrialização de carne suína por meio da aquisição do Frigorífico Mabella Ltda. No exterior, a companhia conclui a aquisição da Quinto Cuarto S.A. e adquire o Frigorífico Patagônia S.A. no Chile, a Mirab S.A. na Argentina e o Frigorífico La Caballada no Uruguai, além da incorporação da Quickfood S.A., empresa detentora da marca Paty, líder em hambúrgueres no mercado argentino.

  • A companhia inicia operações no segmento de aves com a aquisição das empresas Moinhos Cruzeiro do Sul Ltda. e DaGranja Agroindustrial Ltda., detentoras das marcas Pena Branca e Chikenitos, respectivamente. Também adquire a Carroll’s Food do Brasil – especializada na criação e comercialização de suínos –, a CDB Meats – que importa e distribui alimentos no Reino Unido – e operações do grupo norte-americano OSI no Brasil, na Irlanda do Norte, na Inglaterra, na França e na Holanda, o que inclui a aquisição da Moy Park, maior empresa norte-irlandesa, com produtos comercializados em toda a Europa.

     
  • A Marfrig assume o compromisso público com o Greenpeace de assegurar a compra de gado legal e de combater o desmatamento no bioma Amazônia, tornando-se a primeira empresa de alimentos do mundo a assinar esse tipo de compromisso. A companhia também passa a operar uma unidade de processamento de carne bovina em Pelotas (RS) e 12 unidades com capacidade de processar até 8,8 mil cabeças de gado por dia e fabricar cerca de 1.700 toneladas de produtos industrializados por mês. No mesmo ano, a companhia passa a controlar 51% do Grupo Zenda – empresa especializada em couros para indústrias automobilísticas, de aviação e tapeçaria – e as adquire as operações de carne de peru da Doux-Frangosul e a totalidade das unidades brasileiras de proteínas animais da Cargill Inc., representadas pela Seara Alimentos Ltda. e por afiliadas na Europa e na Ásia.

  • A companhia adquire as empresas O’Kane, com operaçõesde peru e frango, e Keystone Foods, com atuação em produção, comercialização e distribuição de alimentos à base de carnes; esta é uma das maiores fornecedoras globais de alimentos para redes de restaurantes e serviço rápido de alimentação. Como resultado da qualidade de suas operações, a Marfrig recebe prêmio de Fornecedor-Destaque da Década 2010 pela rede de restaurantes Outback e é reconhecida como a Melhor Empresa do Agronegócio e a Melhor Empresa de Carne Bovina pela revista EXAME, na edição Melhores & Maiores.

  • A Marfrig torna-se a primeira companhia brasileira a exportar produtos de carne suína para a China por meio de duas joint ventures: uma com a COFCO – voltada à logística e distribuição de alimentos – e outra com a Chinwhiz Poultry Vertical Integration – com foco na produção de aves. Também cria a Marfrig Beef, segmento que reúne as operações de bovinos e ovinos no Brasil, Argentina e Uruguai, e é reconhecida, pela segunda vez, como a Melhor Empresa de Carne Bovina pela revista EXAME, na edição Melhores & Maiores. No mesmo ano, a companhia realiza o primeiro inventário global de gases de efeito estufa.


  • A companhia cria a Seara Foods, segmento de negócios que reúne as operações de aves, suínos e alimentos elaborados e processados. Também incorpora 10 novas plantas industriais, 8 centros de distribuição e 13 marcas da Brasil Foods (BRF). Em Tangará da Serra (MT), a unidade da Marfrig torna-se a primeira planta de processamento de carne do mundo a receber o selo Rainforest Alliance Certified™, o que garante que a matéria-prima utilizada provém de fazendas que seguem normas de conservação ambiental e de respeito aos trabalhadores, às comunidades locais e às regras de bem-estar animal. No mesmo ano, com a venda dos serviços de operação de logística especializada, a Marfrig direciona o negócio da Keystone Foods para a produção, industrialização e comercialização de alimentos à base de proteínas.

  • Como resultado de revisões nas estratégias e projeções, a companhia reforça o foco de suas atividades em carne bovina e food service no Brasil. Assim, tem a reestruturação de capital com a venda das empresas Seara Brasil e Zenda e lança uma nova identidade visual global. Em parceria com o Carrefour, a Marfrig lança a primeira carne bovina com selo Rainforest Alliance Certified™. No mesmo ano, é apontada como Líder do Setor de Alimentos Embalados e Carnes no Mundo no Relatório Anual 2012 do Forest Footprint Disclosure (FFD), considerado o estudo mais completo sobre o impacto das atividades produtivas sobre as florestas tropicais. É iniciada a nova cultura organizacional Focar para Ganhar.

  • A companhia assume nova denominação social – Marfrig Global Foods S.A. – e abre inscrições para o primeiro programa de trainee a fim de recrutar e formar os futuros executivos. No mesmo ano, recebe a certificação Grau A+ da BRC Global Standards, primeiro padrão de controle de alimentos reconhecido pela Global Food Safety Initiative (GFSI). A Marfrig é a primeira empresa brasileira a receber essa certificação, o que atesta que a companhia atende aos padrões internacionais de qualidade, segurança e operação, além de cumprir obrigações legais para fornecer proteção aos consumidores finais.

    Lançamento do Programa Marfrig +, primeira iniciativa a utilizar embriões sexados de alta qualidade genética em escala industrial. No mesmo ano, recebe o prêmio Corporate Liability Management Exercise de 2014, da revista Latin Finance.

  • A Marfrig Global Foods reforça o foco em Food service e mantém a atenção na busca de oportunidades de crescimento definidas em seu plano estratégico “Focar para Ganhar”, vende a empresa Moy Park. No mesmo ano recebe o prêmio “Best Corporate Awards 2015” na categoria Melhor Estratégia de Mercado de Capitais do Brasil.