Menu Interno


Uruguai: Marfrig fecha convênio com produtores de leite


A Associação Nacional de Produtores de Leite (ANPL) firmou um convênio com o grupo brasileiro Marfrig Alimentos que opera quatro plantas frigoríficas no Uruguai para colocar seus bezerros holandeses sem castrar em estabelecimentos de engorda da empresa.

Os bezerros deverão ter uma idade entre 270 dias e um ano, com um peso mínimo de 250 quilos, e serão terminados com grãos. "São negócios que a empresa já desenvolve com êxito na Argentina e que quisemos aplicar no Uruguai para ampliar a gama de reposição", disse o gerente do grupo Tacuarembó/ Marfrig, Marcelo Secco.

O acordo com a ANPL busca desenvolver experiência e ajudar os produtores de leite a tirar seus bezerros machos da fazenda, que muitas vezes são um problema, porque usam mão-de-obra e ocupam lugar que poderia ser destinado à recria de fêmeas. Segundo Secco, há possibilidades, no futuro, de repetir essa experiência com outras associações de produtores de leite.

Por outro lado, o presidente da ANPL, José Noel Alpuin, disse que o convênio envolve o aporte por parte das fazendas leiteiras de "um animal precoce" e destacou que, nessa experiência piloto, "estão participando 20 produtores de leite". Quanto aos preços, preferiu não divulgá-los, mas confirmou que "estão acima dos que se pagam no mercado por esse tipo de animal, sendo uma experiência muito atrativa e rentável para os produtores".

Os bezerros holandeses representam pouco mais de 10% do total dos novilhos abatidos e, segundo a visão de Alpuin, isso demonstra que as fazendas leiteiras "não só produzem leite", mas também, "são produtoras de carne".

(Portal BeefPoint)

Voltar