Menu Interno


Marfrig busca mais sinergias antes de novas compras.


Uma das três maiores empresas de proteína animal do mundo após a aquisição da americana Keystone e responsável por 18% das exportações brasileiras de carne bovina, a Marfrig Alimentos não pretende fazer novas aquisições nos próximos 12 meses, de acordo com o presidente Marcos Molina. "Há muito trabalho para fazer antes de novas aquisições", afirma ele.

Em janeiro deste ano, a Marfrig concluiu a compra da Seara Alimentos, da Cargill, e em junho adquiriu a Keystone, do fundo de private equity Lindsay Goldberg. A primeira tem um faturamento anual de R$ 3,5 bilhões, e a Keystone, de US$ 6, 5 bilhões.

"A Keystone é um negócio muito maior que Seara, é um trabalho de integração e sinergia de longo prazo", diz. Segundo ele, novas aquisições estão fora dos planos "nos próximos 12 meses".

Para Molina, a operação com a Keystone fecha a estratégia da Marfrig. "Temos trabalho nos próximos cinco anos. Além da integração, temos de fazer o crescimento orgânico", afirma.

Quanto a uma possível aquisição de ativos da Brasil Foods, se o órgão regulador brasileiro determinar, Molina diz preferir avaliar "quando houver decisão". Então, diz, a empresa verá se vale a pena fazer algum negócio.

O presidente da Marfrig reconhece que, pela dimensão da Keystone, a integração será mais demorada que a das outras aquisições. Mas a estratégia de manter pessoal local liderando a operação, facilita o processo, avalia Ricardo Florence, diretor de planejamento e de relação com investidores da Marfrig. "Temos pessoas conhecedoras do negócio", argumenta.

As diferenças de culturas entre as empresas não são problema na visão de Molina e Florence. "Todo o aprendizado com outras culturas é o que consolida a cultura da Marfrig", diz Florence.
Afora a integração com Keystone após a aprovação do órgão antitruste europeu, outro grande desafio da Marfrig é a internacionalização da marca Seara, que tem recebido investimentos pesados, como o patrocínio da Copa do Mundo, por exemplo.


Voltar