Menu Interno


Comitê da Suinocultura é premiado.


O Comitê Regional da Suinocultura da Região do Alto Uruguai Catarinense (AMAUC)-Consórcio Lambari, recebeu na última sexta-feira, 27, em Florianópolis, o troféu Onda Verde do 17° Prêmio Expressão de Ecologia, na categoria Agropecuária - Setor Público com o trabalho de "Adequação Ambiental da Suinocultura da Região da AMAUC".

Representaram o Comitê na cerimônia, o presidente da ACCS e Coordenador do Comitê Regional da Suinocultura, Losivanio Luiz de Lorenzi, o secretário do comitê, o biólogo Gentil Bonêz, e ainda, representando a Embrapa Suínos e Aves, Claudio Rocha de Miranda, a Epagri, Zemiro Massotti e o Sindicarne Herbert Hepp Júnior.O trabalho do Comitê destaca-se por uma série de aspectos, entre os quais o envolvimento de cerca de três mil suinocultores, adoção de abordagens participativas e o envolvimento de entidades públicas, privadas e do terceiro setor que já completa mais de oito anos ininterruptos de atividades.

Além disso, o Comitê abriu espaço para vincular os problemas ambientais com as questões sócio econômicas que afetam a atividade rural. O presidente da ACCS enfatiza que o prêmio mostra a importância do trabalho do comitê e produtor na questão ambiental na região. "O TAC foi uma forma de manter o produtor na atividade, hoje as propriedades estão adequadas e o produtor produzindo". Lorenzi destaca também a participação das entidades parceiras do Comitê. "Não podemos esquecer a participação das entidades parceiras do Comitê, pois o trabalho das mesmas foram de fundamental importância para o sucesso das ações realizadas na região". Entre os resultados alcançados pelo comitê estão: o incentivo ao licenciamento ambiental e a instalação de composteiras para dar o destino correto aos animais mortos em 2090 propriedades suinícolas, a recomposição de 200 hectares de mata ciliar, a redução de 10% do consumo da água nas propriedades licenciadas e a melhoria comprovada na qualidade da água dos rios da região.  Opinião dos membros do comitê  "O prêmio é um reconhecimento pelo trabalho do Comitê Regional da Suinocultura, que, juntamente com as empresas que estão inseridas no Comitê, atuam nas questões ambientais de forma sustentável. "O prêmio é uma oportunidade de mostrar ao público que a cadeia produtiva pensa na sustentabilidade como forma de se manter na atividade, olhando o futuro com visão inteligente". Herbert Hepp Júnior "A Epagri como empresa parceira no Comitê, engajou-se para que seus objetivos fossem alcançados, pois estes representavam os anseios dos suinocultores da região. O Prêmio Expressão Ecologia reconhece os expressivos resultados obtidos por este Comitê".  Zemiro Massotti "O prêmio representa o reconhecimento de um trabalho, o qual vem sendo desenvolvido na região há alguns anos. Esse resultado reflete diretamente nas propriedades e famílias que se engajaram juntas nessa busca em ter suas propriedades suinícolas licenciadas de acordo com as exigências ambientais e sanitárias. Dessa forma agradecemos também ao Ministério Público do Estado que foi nosso grande parceiro desse importante trabalho. Com isso estaremos promovendo o desenvolvimento sustentável, e garantindo o sustento de muitas famílias e um meio ambiente equilibrado para nós e as futuras gerações, e que não deixa de ser uma obrigação de todos". Gentil Bonez   "Acredito que seja o justo reconhecimento por um trabalho muito sério que está sendo feito na região e que, entre outros méritos, se caracteriza pela continuidade das ações, pelas parcerias que se estabeleceram, pelo estabelecimento do diálogo entre os diferentes atores e pela adoção da abordagem educativa da questão ambiental como forma de superação de uma determinada visão punitiva que até então predominava e que muito constrangia os suinocultores da região.  Este trabalho teve inicio  como uma proposição do Consórcio Lambari em  parceria com Ministério Público de Santa Catarina, mas com a constituição do Comitê, no ano de 2004, assegurou um espaço mais amplo e adequado para discussão das questões ambientais da suinocultura na região. A atuação do Comitê foi decisiva na melhoria obtida, pois se baseou no enfoque da melhoria contínua  do desempenho ambiental e na adoção da educação ambiental como um aspecto estratégico desse processo". Claudio Rocha de Miranda São parceiros no Comitê Regional da Suinocultura - Associação Catarinense dos Criadores de Suínos (ACCS), Embrapa Suínos e Aves (Concórdia/SC), Sindicato das Indústrias da Carne e Derivados de Santa Catarina (Sindicarne), Empresa de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural de Santa Catarina S/A (Epagri), Amauc/Consórcio Lambari, Cidasc, IFET - Concórdia/SC, Sadia S/A, BRF Brasilfoods, Seara Alimentos S/A, Coopercentral Aurora, Copérdia, CooperAlfa, Coolacer, Pamplona S/A, Polícia Militar Ambiental, Prefeitura de Ipumirim, Prefeitura de Lindóia do Sul e Prefeitura de Irani e Mini Integradoras. Sobre o prêmio - O Prêmio Expressão de Ecologia foi criado em 1993, pela Editora Expressão, e tem como objetivo a divulgação dos esforços de empresas e instituições no sentido de diminuir os impactos da poluição no meio ambiente e contribuir para a conservação dos recursos naturais e o desenvolvimento da consciência ambiental.  A ideia do prêmio era divulgar as ações ambientais das empresas e incentivar que outras seguissem o mesmo caminho. Os organizadores estimavam que o prêmio se esgotasse em cinco anos, quando os melhores cases fossem premiados. Porém, o Prêmio Expressão de Ecologia surpreendeu e além de tornar-se o maior do país no segmento empresarial, mesclou-se com o aumento de conscientização dos empresários e novas ações ambientais explodiram, como educação ambiental, gestão, manejo florestal, reciclagem, aterros industriais, maior mobilização de prefeituras e ONGs. Houve uma grande evolução na qualidade dos trabalhos apresentados pelas empresas. Em dezessete anos de realização, o prêmio registrou 1.521 cases inscritos, das principais empresas, ONGs, prefeituras e entidades da região Sul. Ao contrário da previsão inicial, o prêmio bate recordes de inscrições a cada ano e seus eventos de premiação tornaram-se ponto de referência da comunidade sulista. Representaram o Comitê na cerimônia, o presidente da ACCS e Coordenador do Comitê Regional da Suinocultura, Losivanio Luiz de Lorenzi, o secretário do comitê, o biólogo Gentil Bonêz, e ainda, representando a Embrapa Suínos e Aves, Claudio Rocha de Miranda, a Epagri, Zemiro Massotti e o Sindicarne Herbert Hepp Júnior.

(Portal Rádio Belo Montes, SC).

Voltar