Menu Interno


Marfrig: Receita bruta ultrapassa R$ 7,2 bilhões no ano


A Marfrig encerrou o 2º trimestre com lucro líquido de R$127,4 milhões, valor 206% superior ao do trimestre anterior, de R$41,7 milhões. No ano, o lucro líquido acumulado é de R$170 milhões.

Impulsionada pelo aumento das vendas a partir das operações no Brasil, a receita bruta da Marfrig atingiu R$3,8 bilhões neste 2º trimestre, valor 10% maior que o registrado no trimestre anterior. Acumulada, a receita bruta já ultrapassa R$ 7,2 bilhões neste ano, valor 43% maior que o apurado nos primeiros 6 meses de 2009.
A margem EBITDA de 8% registrada no período refletiu o bom desempenho operacional frente ao aumento dos investimentos em marketing, principalmente, com a marca global Seara.

O 2º trimestre registrou também movimentos importantes para o Grupo Marfrig e para o mercado de alimentos mundial, como a conclusão bem sucedida da emissão de bonds no Exterior no valor de US$500 milhões e a participação singular da marca Seara na Copa do Mundo Fifa da África do Sul.

Mas o fato mais relevante no período foi o anúncio da aquisição da multinacional americana Keystone Foods, uma das maiores empresas de alimentos do mundo, presente em mais de 28 mil restaurantes e com 54 unidades operacionais nos Estados Unidos, Nova Zelândia e Austrália e países da Europa, Ásia e Oriente Médio. Após a consolidação deste negócio, o Grupo Marfrig passará a atuar através de 151 unidades operacionais distribuídas em 22 países e com 85 mil funcionários.

Investimentos
No trimestre foram investidos R$ 95,5 milhões na construção, manutenção, modernização e expansão das unidades operacionais. O resultado do fluxo de caixa das atividades de investimento totalizou R$ 188,9 milhões e os investimentos de capital (CAPEX) atingiram R$ 137,4 milhões no trimestre, incluindo os investimentos em matrizes. Sem considerar os investimentos em matrizes, o acumulado do ano é de R$ 205,5 milhões.

Desempenho das Ações
Em 1º de maio de 2010 as ações da Marfrig passaram a fazer parte do IVBX-2 (Índice Valor Bovespa), que compreende as 50 ações com maior liquidez nos últimos 12 meses, excluindo as 10 ações com maior índice de negociabilidade ou valor de mercado.

As ações da Marfrig encerraram o 2T10 cotadas a R$ 16,88, apresentando desvalorização de 11,7%, contra 11,2% do Ibovespa, no acumulado no ano. Desde janeiro de 2009, as ações da Marfrig registraram valorização de 125,1% contra 62,3% do Ibovespa. O gráfico abaixo mostra um comparativo do desempenho das ações da Marfrig com o Ibovespa, no período de 1 de janeiro de 2009 a 30 de junho de 2010.

As ações da Marfrig continuam ganhando liquidez, com maior volume negociado e maior número de negócios realizados. No 2T10, registrou-se a média diária de R$ 32,9 milhões de ações negociadas, contra R$ 9,8 milhões em igual período do ano anterior.

Além da maior liquidez, registrou-se aumento no número de acionistas da Companhia, especialmente de investidores do tipo Pessoas Físicas. Dos cerca de 1 mil acionistas em junho de 2009, a empresa passou para 5,5 mil em junho de 2010.

Prêmios
Em abril deste ano, a Marfrig recebeu 3 prêmios no IR Global Rankings (IRGR) Awards: The Best Investor Relations Website in the Consumer Goods Industry Worldwide, Top 5 Financial Disclosure in Latin America e Top 5 Investor Relations Website in Latin America. Também, a IR Magazine Awards, pelo segundo ano consecutivo, indicou a Marfrig no Top 5 na categoria Melhor Profissional de RI do mercado.

Recentemente, a Revista Exame, da Editora Abril, elegeu o Grupo Marfrig como Melhor Empresa do Agronegócio e Melhor Empresa de Carne Bovina na edição especial Melhores & Maiores Exame 2010. Também, a Revista Isto É Dinheiro, da Editora Três, conferiu ao Grupo Marfrig o título de Melhor Empresa em Sustentabilidade Financeira, no evento As Melhores da Dinheiro 2010.

(Portal PorkWorld, SP)

Voltar