Menu Interno


PMU assina protocolo de intenção para a cadeia produtiva de pescados


Aproveitando encontro de piscicultura amanhã, Prefeitura assina protocolo de intenções com a Seara Alimentos para garantir logística de distribuição do produto processado na região. Porém, o município ainda não tem perspectiva sobre a instalação de frigorífico para industrializar o peixe.

De acordo com o secretário municipal de Desenvolvimento Econômico, João Franco, dado o potencial na produção de pescado, a meta no momento é definir e organizar a cadeia produtiva, bem como capacitar os produtores e implantar novas tecnologias. Ele salienta que outro protocolo de intenções será assinado nesta sexta-feira justamente com essa intenção. Parceria também será firmada com o Ministério de Pesca e Aquicultura.

No documento, o governo federal se compromete a trabalhar com o Instituto Federal do Triângulo Mineiro para implantar Centro Integrado de Pesca e Aquicultura na região. Isso incluirá a promoção da piscicultura familiar, investimentos em infraestrutura de produção e desenvolvimento de pesquisas na área.

Franco destaca que, paralelamente, o município atuará para instalação de unidade de processamento. O secretário admite que não existe por enquanto empresa definida para o investimento, apesar de negociação estar aberta a tempo com a Marfrig (antiga DaGranja). Mesmo assim, ele garante que o projeto irá se consolidar, pois já existe área reservada no Distrito Industrial 4, com 10 mil metros quadrados, para construir o futuro frigorífico. "Isso pode ser inclusive por associativismo ou cooperativismo, pois tem alternativas avançadas e mecanismos de financiamento assegurados no ministério", declara.

Mesmo sem resposta sobre a fábrica, Franco afirma que o protocolo com a Seara é um grande avanço: "Seja qual for a indústria, o peixe vai chegar ao mercado. Essa era a parte mais difícil".

O encontro da Piscicultura de Uberaba e região acontece amanhã, a partir de 14h, no Centro Administrativo da PMU. O evento terá a presença do ministro da Pesca e Aquicultura, Altemir Gregolin.

 

(Jornal da Manhã - MG)



Voltar