Menu Interno


Frio mata 3 mil bois e causa perda de R$ 3 mi no MS


As baixas temperaturas registradas nos últimos dias no sul do Mato Grosso do Sul causaram a morte de quase três mil cabeças de gado em propriedades da região. Segundo levantamento da Agência Estadual de Defesa Sanitária Animal e Vegetal (Iagro), 2.927 animais morreram em 15 municípios entre os dias 16 e 19.
Estima-se que os prejuízos dos produtores cheguem a R$ 3 milhões. O estado possui 21 milhões de bovinos, segundo a Iagro.

O maior número de mortes foi registrado no Município de Caarapó, com 700 animais, seguido de Ponta Porã, com 523; Antônio João, com 300; Amambaí, com 270 e Itaquiraí, com 267. Segundo a diretora presidente da Iagro, Maria Cristina Carrijo, as mortes por hipotermia ocorreram por causa de uma mudança brusca na temperatura. "Na manhã de sexta-feira, o estado registrava 30 graus Celsius e, em um período de quatro a cinco horas, passou a 10 graus. À noite, a temperatura tinha baixado para cinco graus e começou a chover e a ventar. A sensação térmica era, então, de um a dois graus negativos", diz.

Os mais prejudicados com a onda de frio foram os animais com baixa reserva de gordura, como bezerros recém desmamados e vacas magras. A diretora da agência disse que, nesta quarta-feira, a temperatura na região está em torno de 25 a 27 graus.

Bioma Amazônico
JBS e Marfrig suspenderam relações com mais de 200 fornecedores de gado que atuam com irregularidade social ou ambiental no Bioma Amazônico. As companhias tomaram a decisão após detectarem, via satélite, que parte dos fornecedores atuava em áreas de preservação indígena ou próximas de desmatamentos.

(Jornal DCI)



Voltar