Menu Interno


GHG Protocol confere qualificação Ouro ao Grupo Marfrig pelo segundo ano consecutivo


São Paulo, 6 de setembro de 2013 - Pelo segundo ano consecutivo, o Grupo Marfrig recebeu o selo Ouro do Programa Brasileiro GHG Protocol, referente ao relatório de emissões de Gases de Efeito Estufa (GEE) de 2012. O reconhecimento é conferido a companhias que, além de contabilizar todas as emissões em seu inventário, submetem-no à verificação de auditoria independente.
 
No ano passado, o Grupo Marfrig emitiu 1,18 milhão de toneladas de CO2 nos escopos 1 e 2 (fontes de emissão sob controle da empresa), que representam uma redução de 9% por tonelada de produto fabricado e uma diminuição absoluta de 12% em relação às 1,34 milhão de toneladas registradas em 2010, primeiro ano da medição. A redução se deu através de melhorias em diversas frentes, como a substituição de caldeiras alimentadas por combustíveis fósseis por equipamentos abastecidos com biomassa.
 
O esforço da empresa para utilizar fontes de energia renováveis, como madeira de reflorestamento, resultou numa emissão neutra de 698 mil toneladas de GEE. Com o aumento da área de florestas plantadas, a empresa também removeu o equivalente a 29,6 mil toneladas de gases.
 
A meta do Grupo Marfrig é diminuir em 30% a quantidade relativa (por tonelada de produto) de gases de efeito estufa emitidos até 2020. "Vamos continuar investindo em melhorias nos processos produtivos, substituindo fontes de energia fóssil por biomassa e ampliar a área de florestas próprias que, além de neutralizar nossas emissões, fornecerá madeira de reflorestamento para as operações", destaca Clever Pirola Ávila, diretor de Tecnologia & Desenvolvimento Sustentável.
 
Histórico
 
Desde 2010, o Grupo Marfrig realiza inventários anuais de GEE nos escopos 1 (correspondente a emissões diretas dos processos próprios) e 2 (referente a emissões indiretas de energia adquirida). Em 2011, passou a contabilizar também o escopo 3, que inclui as fontes de emissões fora do controle direto da Companhia.
 
O processo de construção do documento teve a duração de aproximadamente sete meses e envolveu mais de 90 profissionais de todos os segmentos de negócios do Grupo, em nível global.
 
O inventário foi auditado pela SGS - Société Générale de Surveillance, líder global de serviços de inspeção, verificação, teste e certificação de processos.


Voltar