Menu Interno


Marfrig implementa sistema de gerenciamento de energia, vapor e água na Divisão Bovinos, no Brasil



Otimização de recursos, redução de custos e aprimoramento de decisões relacionadas às iniciativas sustentáveis são os objetivos do projeto.
 
A Divisão Bovinos do Grupo Marfrig está implementando no Brasil um moderno sistema para gestão de energia, vapor e água que permite o gerenciamento eficiente desses insumos utilizados nas unidades de produção, auxiliando inclusive na tomada de decisões estratégicas da companhia.
 
"Todas as plantas industriais da Divisão Bovinos no Brasil enviam periodicamente ao Departamento de Matriz Energética os números de consumo de energia e água, além de informações sobre custos com tratamentos de água e efluentes, geração de vapor e controle de geração de resíduos, dentre outros dados. Todas essas informações são lançadas em um mesmo banco de dados (painel) e o sistema possibilita cálculos e comparações com base na produção de cada unidade", explica o gerente corporativo Matriz Energética, Engenheiro José Reis Filho.
 
Dessa forma, avalia-se o consumo de cada planta, acompanhando o desempenho e as possíveis alternativas que contribuam para a redução das despesas.
 
"Uma das funções desse sistema é, por exemplo, a simulação da viabilidade da troca de combustível de caldeiras de cada planta. Ele realiza projeções de valores com todos os combustíveis possíveis e os especialistas, a partir desses dados, fazem análises mais específicas, avaliando disponibilidade desse insumo na região, oferta, preço e outras variáveis, o que influencia decisivamente na viabilidade ou não de sua utilização", complementa Reis Filho.
 
Além disso, o painel constitui-se em uma importante ferramenta de apoio nas decisões e operações da companhia no mercado livre e também nas avaliações tarifárias no mercado regulado. "Foram adicionadas ao sistema informações sobre a legislação que envolve o setor elétrico e dados contratuais das empresas que possuem negócios com a Marfrig. Tudo para facilitar e agilizar nossa tomada de decisão".
 
"Dessa forma, podemos realizar simulações e projeções para encontrar o valor de referência para a compra de energia no mercado livre. Isso nos auxilia na estruturação da nossa estratégia de aquisição de Energia Elétrica no Ambiente de Contratação Livre", reforça.
 
Atendendo às necessidades corporativas e das práticas sustentáveis, o sistema também permite o monitoramento da quantidade de resíduos gerados, tanto daqueles que possam ser vendidos (como plásticos, vidros e papelão) como os resíduos orgânicos que demandam custo. "Esses valores também são incluídos no painel para o gerenciamento mais eficiente possível, além de se tornarem informações úteis para a área de sustentabilidade", comenta José Reis Filho.
 
O departamento de Matriz Energética foi criado pela companhia em abril de 2011 com objetivo de realizar a gestão desses insumos fundamentais para o funcionamento das atividades industriais da Marfrig.



Voltar