Menu Interno


Grupo Marfrig cria a Keystone Foods América Latina


Nova empresa irá integrar e otimizar as operações de Food Service no Brasil.

Para aprimorar e expandir o atendimento no Brasil para redes de restaurantes e lanchonetes, cozinhas industriais e estabelecimentos comerciais que oferecem alimentação fora do lar, o Grupo Marfrig decidiu criar a Keystone Foods América Latina - uma empresa especializada e dedicada à produção, comercialização e distribuição de alimentos para o canal food service no Brasil.

A Keystone Foods América Latina será uma subsidiária da Keystone Foods e irá concentrar todos os negócios e as operações dedicadas a food service existentes hoje na operação brasileira do Grupo Marfrig, das divisões Seara e Bovinos Brasil. 

Os produtos que irão compor o portfólio da Keystone Foods América Latina são os que já fazem parte do portfólio de produtos do Grupo Marfrig (Seara e Bovinos): os de fabricação própria, como os Cortes Especiais de Carnes, Hambúrgueres, Empanados e Frios; os de fabricação terceirizada como a linha de sobremesas Bassi e os produtos complementares, nos quais a Marfrig atua como importadora, comercializadora e distribuidora, como batatas fritas congeladas, azeites e cortes especiais de pescados, entre outros. 

Integração das logísticas de distribuição de produtos acabados

Também, a Keystone Foods América Latina assumirá gradativamente a gestão integrada das logísticas de armazenamento e de distribuição de produtos acabados (secos, resfriados e congelados) no Mercado Interno das divisões Seara e Bovinos Brasil, que operam hoje com sistemas e estruturas de logística de distribuição distintas.

O que fará parte da Keystone Foods América Latina

Da divisão Bovinos Brasil, toda a equipe comercial e administrativa do canal Food Service, os centros de distribuição de Santo André (SP), Indaiatuba (SP), Bebedouro (SP), Porto Alegre (RS) e demais depósitos de passagem ("cross-docking" e pontos de apoio), com suas equipes de armazenagem e de transporte frigorificado, passarão a fazer parte da Keystone Foods América Latina.

Da divisão Seara, será absorvida toda a equipe comercial e administrativa do canal Food Service, as unidades Braslo Osasco e Braslo São Mateus, o complexo agroindustrial Itapiranga Aves (Granja de Matrizes, Incubatório, Fábrica de Ração e Unidade Industrial), os 14 centros de distribuição, demais depósitos de passagem ("cross-docking" e pontos de apoio) e suas equipes de armazenagem e de transporte frigorificado. Juntas, as unidades produtivas têm capacidade total de produção de 200 mil ton/ano de produtos processados.

Expertise e Modelo de Gestão Keystone Foods

A Keystone Foods América Latina terá como estratégia desenvolver - a partir da estrutura existente - o modelo de negócio e de gestão que consagrou a Keystone Foods nos Estados Unidos, na Europa e na Ásia como uma das melhores empresas de atuação global na produção de alimentos para grandes redes de restaurantes. Adquirida pelo Grupo Marfrig no ano passado, a Keystone Foods tem mais de 40 anos de expertise em food service e é um modelo de sucesso no mercado, comprovado pela satisfação dos seus clientes.

Com a criação da Keystone Foods América Latina, o Grupo Marfrig ganhará sinergia com o atendimento único a grandes clientes no canal food service e a expansão de seus negócios no mercado de alimentação fora do lar. A Keystone Foods possui conhecimento e capacitação de alto nível nas áreas de gestão de logística e de grandes clientes food service em todo o mundo. Este conhecimento, somado ao das equipes locais que passarão a compor esta nova divisão, será fundamental para o seu sucesso também na América Latina.

Implementação

Para liderar a implantação da Keystone Foods América Latina, o Grupo Marfrig contratou Rodrigo Vassimon como diretor geral. Profissional com mais de 20 anos de experiência na gestão de negócios globais de bens de consumo, food service e negócios Business-to-Business (B2B) em países como Brasil, Estados Unidos e Holanda, Rodrigo Vassimon atuou por 16 anos em posições de liderança na empresa Unilever, sendo os últimos três na posição de vice-presidente da Unilever Food Solutions na América do Sul. Rodrigo Vassimon reportará para Larry McWilliams, CEO da Keystone Foods.

"Temos 20 iniciativas estratégicas em áreas diversas como TI e RH a serem concluídas e implementadas gradualmente até o final deste ano", diz Vassimon. "Nosso objetivo inicial será realizar sem rupturas a migração e a unificação das operações ligadas na Seara e em Bovinos Brasil para a Keystone Foods América Latina. Em seguida, iniciaremos o ciclo de desenvolvimento de uma estratégia de crescimento e otimização do negócio para, a partir daí, expandi-lo para as outras operações do Grupo Marfrig na América Latina", complementa.

Todos os funcionários a serem absorvidos pela Keystone Foods América Latina continuarão a fazer parte do Grupo Marfrig e terão como objetivo construir a maior e a melhor empresa do mercado de Food Service da América Latina. Não haverá mudanças significativas na essência do trabalho que cada um vem realizando e não é objetivo da empresa a redução do quadro de funcionários. O que deverá mudar é a gestão do negócio Food Service, muito mais focada para oferecer aos clientes soluções completas em proteínas, gerando valor para todos os envolvidos no negócio (funcionários, clientes, acionistas, fornecedores, comunidades e consumidor final).

A Keystone Foods América Latina nasce com 4.000 funcionários e um faturamento aproximado de R$ 1 bilhão, oriundo das receitas de vendas obtidas no Brasil com o canal food service geradas hoje pelas divisões Seara e Bovinos. Não demandando investimentos iniciais significativos, a Keystone Foods América Latina será sediada em São Paulo, no prédio da Holding do Grupo Marfrig.

Sobre o Mercado de Food Service Brasileiro

O mercado de fornecimento de produtos e serviços aos estabelecimentos públicos ou privados, que preparam e fornecem alimentação preparada fora do lar aos consumidores, conhecido como Food Service, é bastante amplo e abrange mais de oito sub-canais de distribuição, que podem ser divididos em dois segmentos:

Rede de serviços públicos, que engloba os canais governamentais como postos de saúde, hospitais, presídios e merenda escolar. Estes se caracterizam por não perseguir lucro com a atividade de distribuição ou preparação dos alimentos.

Rede de serviços privados, que também podem ser classificados em dois grupos:

 Comercial, onde os serviços de alimentação são a principal fonte de receita (ex.: fast foods, delivery, hotéis, lanchonetes, bares, restaurantes comerciais, refeições coletivas,  distribuidores, padarias, confeitarias, sorveterias, cafeterias, etc.).

 Não comercial, que oferece o serviço de alimentação como parte de diferencial competitivo mais amplo (ex.: hospitais, clínicas, catering aéreo e de transportes, pousadas, entre outros).

O plano estratégico do Grupo Marfrig combina a expansão geográfica com sinergias que possam ser aproveitadas de forma a aumentar o resultado positivo dos investimentos realizados. A origem do Grupo Marfrig foi o mercado de food service, que vem crescendo significativamente nos últimos anos e essa nova organização reitera o objetivo de aumentar a participação nessa modalidade de negócio.

Pesquisa recente do instituto Data Popular sobre a alimentação dos brasileiros mostra que 81,3% das pessoas das classes A e B, 65,1% da classe C e 46,9% das classes D e E fazem algum tipo de refeição fora de casa.

Segundo a ABIA (Associação Brasileira das Indústrias de Alimentação), o setor Food Service conta com mais de 1,4 milhões de estabelecimentos em operação, distribuídos por todo o território nacional, predominantemente de micro e pequeno portes, oferecendo ampla gama de produtos e serviços, customizados às demandas locais.

Estimulada pela contínua expansão da demanda por serviços de alimentação fora do lar, este mercado cresceu em faturamento à taxa média de 2 dígitos nos últimos 10 anos.

Clique no link abaixo e saiba mais sobre esta nova operação:

www.marfrig.com.br/videos

 



Voltar