Menu Interno


CBF fatura R$ 435 mi e helicóptero


Entidade amplia vínculo milionário com a Seara em 16 anos

O presidente da CBF, Ricardo Teixeira, assinou ontem o mais longo contrato da seleção e que nem ele mesmo deverá gastar. Na parceria ampliada com a Seara, a confederação garantiu verba até 2026, nove anos após o final do atual mandato de Teixeira. O dirigente está garantido no poder até 2015.

Teixeira, de 63 anos, foi eleito presidente da CBF pela primeira vez em 1989 e já superou o período em que João Havelange esteve no comando da CBD, antiga entidade que comandava o futebol.

Pelo acordo celebrado numa churrascaria da zona sul do Rio, a Folha apurou que o grupo Marfrig, que controla a companhia de alimentos industrializados, vai pagar US$ 256 milhões, cerca de R$ 435 milhões (ou o equivalente a R$ 27,12 milhões por ano) e também um helicóptero para a entidade. A empresa se negou a revelar oficialmente as cifras do contrato na entrevista coletiva.

O modelo do helicóptero ainda não foi definido, mas será um dos mais modernos disponíveis no mercado.

A intenção de Teixeira é disponibilizar a aeronave para os dirigentes da cúpula da Fifa durante a organização da Copa do Mundo. O presidente da CBF deverá aproveitar o helicóptero para tentar assistir a mais de um jogo por dia durante a Copa das Confederações de 2013 e o Mundial de 2014.

Segundo o novo contrato, a Seara vai ganhar mais visibilidade. A marca da empresa vai aparecer nas costas dos uniformes de treino e lazer a seleção pelos próximos quatro Mundiais. Antes só ficava em banners espalhados nos campos de treinamento.

O patrocínio será exibido pela primeira vez no dia 2 de janeiro, quando a seleção sub-20 treina na Granja Comary na preparação do Sul-Americano do Peru, em 2011.

A empresa já era parceira da CBF. O primeiro acordo foi assinado em abril deste ano. Na ocasião, a Seara decidiu pagar US$ 6 milhões (cerca de R$ 10 milhões) por ano. O acordo terminaria na próxima Copa do Mundo.

A Seara também é patrocinadora global da Copa do Mundo de 2014, onde poderá expor a sua marca na publicidade estática no entorno dos gramados da competição.

(Jornal de Folha de São Paulo-SP-24/12/2010)



Voltar