Menu Interno


Marfrig tem aprovação do Cade para arrendamentos.


O Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) aprovou, ontem, arrendamentos de seis plantas industriais pela Marfrig. A empresa firmou dois protocolos com empresas do grupo Margen (Magna e Berque) para arrendar plantas de abate, produção e embalagens de carnes bovinas localizadas em Rio Verde (GO), Paranaíba (MS), Rolim de Moura (RO), Ariquemes (RO), Mãe de Rio (PA) e Paranavaí (PR).

Os acordos foram assinados em 18 de setembro, mas o negócio só será efetivado com a homologação de um plano de recuperação judicial que incluiu a cessão da marca Bom Charque para a Marfrig. O julgamento dos acordos foi bastante simples. O relator do processo, conselheiro Olavo Chinaglia, concluiu que as operações da Marfrig não trazem problemas de competição no segmento de frigoríficos e indicou que o caso fosse aprovado pelo rito sumário - um sistema pelo qual não é preciso nem a leitura do voto do relator. Os demais conselheiros aceitaram e o caso foi aprovado.

De acordo com informações da Secretaria de Acompanhamento Econômico (Seae) do Ministério da Fazenda, em todos os Estados em que houve o arrendamento de plantas pela Marfrig, a participação da companhia no segmento de carne bovina não ultrapassou 20% do mercado total.

(Portal Notícias Agrícolas)

Voltar