Menu Interno


Marfrig: receita líquida cresce 60% no 3º trimestre de 2010, e empresa ganha mercado no Brasil.


A Marfrig encerrou o 3º trimestre com a maior receita líquida trimestral de sua história e atingiu R$3,9 bilhões, valor 60% superior ao registrado no mesmo período do ano passado, de R$2,4 bilhões. Em comparação ao trimestre anterior, a receita líquida cresceu 8,3%.

Impulsionada novamente pelo aumento das vendas no Brasil, a receita bruta da Marfrig atingi R$4,2 bilhões neste 3º trimestre, valor 63,9% maior que o registrado no mesmo período do ano passado e 10,3% se comparado ao trimestre anterior (aumento de mais de R$ 400 milhões). Acumulada, a receita bruta já ultrapassa R$ 11,3 bilhões neste ano. No canal de vendas food service, o volume e o preço médio cresceram 9% e 8% respectivamente, em relação ao mesmo período do ano passado. Já nas exportações de carne bovina, a Marfrig aumentou seu market share para 18,9%, contra 15,7 no trimestre anterior e 11,6% no 3º trimestre de 2009.

O Ebitda ajustado foi de R$ 283 milhões, com aumento de 38,7% frente ao mesmo período de 2009 e 13,3% se comparado ao trimestre anterior.

O 3º trimestre registrou também movimentos importantes para o Grupo Marfrig e para o mercado de alimentos mundial. Segundo Marcos Antonio Molina dos Santos, presidente do Grupo "a Marfrig esta se posicionando cada vez mais próxima dos seus principais clientes (consumidores finais e redes de food service), aumentando sua participação de mercado principalmente nas unidades do Brasil, adicionando produtos de maior valor agregado e evoluindo a passos largos na captura das sinergias e na formação de uma cultura empresarial comum, pautada pela ética e sustentabilidade do negócio".

O resultado da Marfrig neste 3º trimestre apresenta a consolidação do resultado da O'Kane Poultry, empresa da Irlanda do Norte adquirida no final de agosto, que adicionou capacidade diária de produção de 120 mil frangos e 5 mil perus à operação. O resultado da Keystone Foods, que teve a conclusão do seu processo de aquisição findo em outubro, só será consolidado nas demonstrações financeiras do próximo trimestre.

Investimentos - No trimestre foram investidos R$ 143 milhões em manutenção, modernização e expansão das unidades operacionais, com destaque para o início das obras de construção do complexo agroindustrial de Rosário D'Oeste, no estado do Mato Grosso, que permitirá o avanço das operações com aves e suínos no centro-oeste brasileiro.

Desempenho das Ações - As ações da Marfrig passaram a integrar neste quadrimestre as carteiras teóricas do Índice Bovespa e do IBrX-50, um reflexo da liquidez e do número diário de negócios que as ações da companhia tem obtido nos últimos doze meses. As ações da Marfrig sofreram recente desvalorização e atualmente estão cotadas abaixo do valor patrimonial por ação, conforme demonstrado no gráfico abaixo. As ações da Marfrig encerraram o pregão do dia 12/11/2010 cotadas a R$ 14,48, apresentando desvalorização de 24,3%, contra uma valorização de 2,6% do Ibovespa, no acumulado no ano.

Prêmios - Importantes veículos de comunicação especializados no setor econômico premiaram a trajetória de sucesso que a Marfrig vem construindo. A Marfrig foi eleita em julho "Melhor Empresa do Agronegócio" pelas Maiores e Melhores da Revista Exame, em agosto "Melhor Empresa em Gestão em Sustentabilidade Financeira" pela Revista Isto É Dinheiro e, em setembro, Melhor Indústria de Carnes pela Revista Globo Rural.

Recentemente, o projeto "Implantação de Biodigestores na Unidade Diamantino (MT)" deu ao Grupo Marfrig o 1ª lugar no Prêmio Produz Brasil 2010 categoria Responsabilidade Ambiental. A Marfrig também foi premiada na categoria Responsabilidade Social com o projeto "Monitoramento Socioambiental do Bioma Amazônia". O prêmio Produz Brasil é uma iniciativa da Revista Produz em parceria com a Federação da Agricultura do Estado de São Paulo (FAESP). www.marfrig.com.br

(Portal Revista Fator Brasil, RJ)

Voltar