Menu Interno


Marfrig reabre unidade em Colonia, no Uruguai.


A partir da próxima semana, o grupo brasileiro Marfrig Alimentos. reabrirá sua unidade produtiva em Coloni, no Uruguai, e somente manterá fechada até dezembro a planta de Salto (ex-frigorífico La Caballada). Com a reativação dos abates dessa empresa, 750 empregados dos 15.300 da indústria frigorífica voltam a trabalhar.

Com exceção da unidade produtiva do Marfrig Salto, não há mais plantas fechadas, mas sim, em alguns casos, os frigoríficos mantêm fechadas algumas seções, até que a oferta de gado se normalize.

O gerente-geral do Grupo Marfrig Alimentos S.A. no Uruguai, Martín Secco, disse que está confiante que, "semana a semana, a oferta de gado gordo no mercado crescerá" e, lentamente, os abates serão retomados.
De acordo com os últimos dados divulgados pelo Instituto Nacional de Carnes do Uruguai (Inac), na semana passada foram abatidas 35.489 cabeças de gado, enquanto que na semana anterior tinham sido industrializadas 32.917 cabeças.

Enquanto a Marfrig reabre unidades, a situação do frigorífico independência continua uma incógnita, isso porque a Assembleia Geral dos Credores (AGC) do Frigorífico Independência, convocada em primeira chamada para segunda-feira, não ocorreu por falta de quórum. Nesta situação, já prevista em edital, o adiamento protela a assembleia para a segunda chamada no próximo dia 22, em São Paulo. Dos R$ 42 milhões devidos aos pecuaristas de Mato Grosso do Sul, R$ 17 milhões não foram pagos.

(Jornal DCI, Agronegócio,SP)

Voltar