Menu Interno


Restaurante Popular retoma atividades


O Restaurante Comunitário Prato Popular de Bagé retomou, ontem (18/10), suas atividades. O estabelecimento, que oferece refeições ao preço de R$ 1 para a população, está funcionando de forma provisória no Centro de Convívio da Prefeitura.

No dia oito de outubro, as atividades foram interrompidas devido às chuvas que atingiram o prédio onde funciona o Restaurante. O estabelecimento original atende junto ao antigo prédio da Cobagelã (na Avenida João Telles, 862), o qual está em reformas e, em breve, vai ser sede da Secretaria de Educação de Bagé.
Para a secretária executiva do Programa Cidadão Bageense, Cláudia Corral, o novo local será utilizado de forma provisória. "Após avaliação da empresa que executa a reforma do prédio da Cobagelã, a perspectiva é que, em dois meses, possamos retornar ao local", relatou. Segundo ela, foram necessárias pequenas adaptações. "Tivemos que realizar a instalação de torneiras com água quente para a higienização e fazer a mudança. Foi uma solução adequada que encontramos. É um ponto bem localizado e não gera custo, já que pertence ao pode público", salientou.

De acordo com Lisiane Padilha, coordenadora do Restaurante Popular em Bagé, são mais de 200 atendidos por dia, de segunda a sexta-feira, das 11h30 às 13h. O projeto é fruto de parcerias entre a Prefeitura de Bagé, e iniciativa privada. A empresa Puras do Brasil é responsável pelo planejamento nutricional e preparo dos alimentos; o Frigorífico Marfrig cede suas instalações para o preparo dos alimentos e a Transportadora Transdias faz o transporte das refeições em caixas térmicas.

O custo médio de cada refeição é de R$ 3. A população paga apenas R$ 1. Os outros R$ 2 são custeado pelas empresas por meio da Lei da Solidariedade, que retorna o investimento delas através da dedução no imposto de renda de 75% do valor investido, mediante renúncia fiscal de ICMS.

(Portal Fome Zero, RS)

Voltar